Seguir por Email

Você é o visitante:

Obrigado pela visita
Ocorreu um erro neste gadget

Seguidores

NEOBLOGGER. Tecnologia do Blogger.

postheadericon Desafiando Gigantes - Sermão em Áudio e Escrito.



IPB Alvorada 05/08/07.

Tema: Perseverança e Fé

Título: “Desafiando Gigantes”

Pré – Introdução:

A vida é composta por desafios.
Muitos de nós sofremos diante desses desafios.
Por menores que sejam aos olhos das pessoas as nossas lutas, para nós elas sempre aparecem em forma de gigantes.
O filme: “Desafiando Gigantes”, nos mostra algumas dessas realidades que cercam a vida de cada pessoa, inclusive crentes.
Falando em gigantes, vamos ler:


Texto Bíblico de: “1Sm.17”

04- Então saiu do arraial dos filisteus um homem guerreiro, cujo nome era Golias, de Gate, da altura de seis côvados e um palmo. 05- Trazia na cabeça um capacete de bronze e vestia uma couraça de escamas cujo peso era de cinco mil siclos de bronze. 06- Trazia caneleiras de bronze nas pernas e um dardo de bronze entre os ombros. 07- A haste da sua lança era como o eixo do tecelão, e a ponta da sua lança, de seiscentos siclos de ferro; e diante dele ia o escudeiro. 08- Parou, clamou às tropas de Israel e disse-lhes: Para que saís, formando-vos em linha de batalha? Não sou eu filisteu, e vós, servos de Saul? Escolhei dentre vós um homem que desça contra mim.
11- Ouvindo Saul, e todo o Israel estas palavras do filisteu, espantaram-se e temeram muito. 12- Davi era filho daquele efrateu de Belém de Judá cujo nome era Jessé, que tinha oito filhos; nos dias de Saul, era já velho e adiantado em anos entre os homens.
24- Todos os israelitas, vendo aquele homem, fugiram de diante dele, e temiam grandemente, 25- e diziam uns aos outros: Vistes aquele homem que subiu? Pois subiu para afrontar Israel. A quem o matar, o rei o cumulará de grandes riquezas, e lhe dará por mulher a filha, e à casa de seu pai isentará de impostos em Israel. 26- Então, falou Davi aos homens que estavam consigo, dizendo: Que farão àquele homem que ferir este filisteu e tirar a afronta de sobre Israel? Quem é, pois, esse incircunciso filisteu, para afrontar os exércitos do Deus vivo?
31- Ouvidas as palavras que Davi falara, anunciaram-nas a Saul, que mandou chamá-lo. 32- Davi disse a Saul: Não desfaleça o coração de ninguém por causa dele; o teu servo irá e pelejará contra o filisteu.
37- Disse mais Davi: O Senhor me livrou das garras do leão e das do urso; Ele me livrará das mãos deste filisteu. Então, disse Saul a Davi: Vai-te, o Senhor seja contigo.
42- Olhando o filisteu e vendo a Davi, o desprezou, porquanto era moço ruivo e de boa aparência. 43- Disse o filisteu a Davi: Sou eu algum cão, para vires a mim com paus? E, pelos seus deuses, amaldiçoou o filisteu a Davi. 44- Disse mais o filisteu a Davi: Vem a mim, e darei a tua carne às aves do céu e às bestas-feras do campo. 45- Davi, porém, disse ao filisteu: Tu vens contra mim com espada, e com lança, e com escudo; eu, porém, vou contra ti em nome do Senhor dos Exércitos, o Deus dos exércitos de Israel, a quem tens afrontado.
49- Davi meteu a mão no alforje, e tomou dali uma pedra, e com a funda lha atirou, e feriu o filisteu na testa; a pedra encravou-se-lhe na testa, e ele caiu com o rosto em terra. 50- Assim, prevaleceu Davi contra o filisteu, com uma funda e com uma pedra, e o feriu, e o matou; porém não havia espada na mão de Davi.

Introdução:

Davi estava diante de um dos maiores desafios de toda a sua vida.
Pode-se dizer que essa era uma situação que definiria todo o futuro e toda a trajetória de Davi, como pessoa, como rei e como servo do Senhor.
Logo de início, logo após a sua unção ele se depara com nada mais, nada menos que Golias, o melhor guerreiro de um dos melhores exércitos da época.
Todos nós nos deparamos com um gigante em algum momento da nossa vida, e esses gigantes sempre tem a mesma estratégia.
Vejamos como o gigante se apresenta:


1o) A ação dos Gigantes:
Ocupam nossos pensamentos. (V.16) De manhã pensamos nele, ao meio dia pensamos nele e à noite novamente estamos ocupados com os nossos pensamentos nele.
Imprimem medo. (Vv.4-7) As qualificações de Golias eram amedrontadoras.
Intimidam. (Vv.8-11) As palavras de Golias eram destruidoras. Talvez fossem mais letais do que a ponta da sua lança.
Tenta diminuir ao nosso Deus. (V.43) O gigante tentou minar a arma mais poderosa do povo de Israel que era a sua fé. Ele sabia que Israel sem Deus não era nada.
Oprimem. (V.42) Golias tentou envergonhar a Israel e ao guerreiro Davi expondo-o ao ridículo. Como os espias de Israel que se achavam como gafanhotos diante dos habitantes de Canaã (Nm.13:33).
Desafiam. (V.10) Por fim, os gigantes sempre nos chamam ao combate, ao confronto.


2o) Como vencer os Gigantes:
Com preparação. (Vv.34-37) Assim como Davi se preparou para essa batalha nos campos pastoris, devemos nos preparar orando constantemente para não cairmos em tentação. (Mt.26:41)
Com temor. (V.37) Deus sempre esteve em primeiro lugar na vida de Davi. O temor a Deus deve ser a nossa maior armadura e a nossa maior munição.
Com perseverança. (Vv.24; 26) Mesmo quando os outros já haviam desistido da batalha, inclusive Saul, Davi se manteve fiel e não sucumbiu à falácia de Golias.
Com coragem e ousadia. (V.32) É preciso colocar os gigantes nos seus devidos lugares, ou seja, no chão. Temos que enfrentá-los de frente. Confiados na ação de Deus em nosso favor, pois Deus é fiel. (Fp.1:6)
Com Fé. (V.45-47) Com fé somos capazes de mover o mundo; sem fé estamos inabilitados para levantar da nossa cama. A fé é a antecipação da vitória de Deus em nós e por nós. (Hb.11:1)
Com trabalho, com atitude. (Vv.40; 48-49) Depois de tudo o que vimos, Davi fez aquilo que era esperado dele, foi à batalha. Escolheu as cinco pedrinhas com cuidado, colocou na atiradeira e venceu.



CONCLUSÃO:

3o) Deus continua nos ajudando a vencer nossos Gigantes:
Assim como Deus esteve com Davi, Ele está conosco.
Precisamos entregar nossa luta ao Senhor.
Há impossíveis para Deus? Acaso existe algo que Ele não possa realizar ou que Lhe seja demasiadamente difícil?
Amados, qual o nome do seu gigante?
Desemprego?
Desilusão amorosa?
Casamento?
Filhos?
Pais?
Saúde?
Finanças?
Família?
Falta de Fé?
Desânimo?
Apatia?
Acusação?
Falta de coragem?

Seja qual for o nome do seu gigante, avise-o que hoje ele cairá pela ação poderosa do Deus Vivo na sua vida.

Em Cristo Jesus, a quem: toda a Glória por toda a eternidade. Amém.


Rev. Alessandro Capelari.

postheadericon Igreja Presbiteriana, 150 anos evangelizando o Brasil! - Reportagem do Jornal Nacional - Missão Caiuá.

postheadericon Quem sou eu?


Eis a grande pergunta existencial da humanidade: Quem sou eu?
Mesmo que sejamos completamente centrados e cônscios dos ‘porquês’ da nossa existência, em algum momento da vida já paramos para pensar acerca, do que, e de quem somos.
Seja para fazermos uma auto-análise, seja por um momento de angústia, seja pela dúvida acerca do que as pessoas pensam e dizem que somos. Independente da causa real, por vezes nos questionamos sobre quem somos.
A Palavra de Deus nos traz respostas acerca deste questionamento. Respostas estas que são capazes de, não apenas elucidarem nossas dúvidas, mas também mudarem o rumo da nossa trajetória.
A Bíblia diz, por exemplo, que: “O homem bom do bom tesouro do coração tira o bem, e o mau do mau tesouro tira o mal; porque a boca fala do que está cheio o coração.” (Lucas 6:45)
Esta afirmação Bíblica mostra que somos aquilo que a nossa boca profere. Se tivermos o amor nos lábios e na vida é porque este amor provém do bom tesouro do nosso coração, contudo se as palavras da nossa boca e o nosso viver forem a maldade, é porque o tesouro do nosso coração é que é mau.
Quem você é como cristão? Segundo a Bíblia você não é necessariamente o crente abençoado que levanta a mão, louva e se emociona no Culto; nem muito menos o piedoso que ora fervorosamente na Igreja diante dos olhos dos fiéis.
A Palavra mostra que você é o que fala com os seus amigos fora da Igreja. Se na sua boca estiver o palavrão você é o palavrão frouxo da boca; se malícia, você é a malícia da língua; se mentira, o lábio mentiroso; a difamação constante... Tudo provém do tesouro do coração! “... A boca fala do que está cheio o coração.”
Amados, que possamos refletir sobre esta verdade e sondarmos nosso tesouro para ver se ele ainda tem o valor de Cristo estampado. A marca de Cristo no coração leva-nos a uma vida transformada também fora da Igreja. Somos o que o nosso coração é. Se o tesouro for bom o seu valor é bom, contudo se for mal, o seu valor se equivale a ele. Em Cristo!
Rev. Alessandro Capelari.

postheadericon Comeram meus biscoitos...


Certo dia, uma moça estava à espera de seu vôo na sala de embarque de um aeroporto. Como ela deveria esperar por muitas horas resolveu comprar um livro para matar o tempo. Também comprou um pacote de biscoitos, pois estava com fome. Ela achou uma poltrona numa parte reservada do aeroporto para que pudesse descansar e em paz e fazer sua leitura, quando, ao seu lado sentou-se um senhor desconhecido.
Aquilo a incomodou um pouco, pois ela queria uns instantes de paz. Mesmo assim continuou ali, abriu o saco de biscoitos e, quando ela pegou o primeiro biscoito, o homem também pegou um. Ela ficou indignada, mas não disse nada. Ela pensou:
– “Mas que cara de pau. Se eu estivesse mais disposta, lhe daria um soco no olho que ele nunca ia esquecer”.
A cada biscoito que ela pegava, o homem também pegava um. Aquilo a deixava tão indignada que ela não conseguia reagir.
Foi então que ela notou que restava apenas um biscoito no saquinho e ela pensou:
– “O que será que o abusado vai fazer agora?” Então, o homem meteu a mão no saquinho, pegou o último biscoito, dividiu ao meio, deixando uma metade para ela.
Aquilo foi a gota d’água para ela. A mulher ficou absolutamente irada e bufando de raiva. Levantou-se cheia de indignação, pegou o seu livro e suas coisas, fechou a cara para o homem e dirigiu-se ao embarque.
Quando, enfim, sentou confortavelmente em seu assento no avião, tomou um grande susto quando abriu sua bolsa!!! Para surpresa dela o seu pacote de biscoito estava ali, ainda intacto, dentro da bolsa.
Ela sentiu muita vergonha, pois quem estava errada era ela, e já não havia mais tempo para pedir desculpas. Aquele homem, que ela julgava insolente, além de não se incomodar que ela comesse seus biscoitos, ainda dividiu o seu último sem a menor cerimônia.
Isso a levou a pensar, pois além de estar errada, ainda se sentiu muito transtornada. A sua individualidade excessiva e falta de comunicação roubaram dela o privilégio de vivenciar um momento de “compartilhar”.
Jesus nos ensinou a amar ao nosso próximo como a nós mesmos. Procure hoje uma oportunidade para dividir algo que é seu com alguém e sinta a alegria de ser abençoado por Deus, pois muito melhor é dar do que receber!
Anônimo.

CONHEÇA A PL 122.

NÃO À PL 122

IPB JD. ALVORADA

Igreja Presbiteriana do Jardim Alvorada

O CAMINHO DA VIDA

Programa O Caminho da Vida

IGREJA PRESBITERIANA

Igreja Presbiteriana do Brasil - 150 anos